MAVÍ

Ouça o disco “Numa festa que imagino”:

Maví, cantor e compositor de São Paulo, é bacharel em canto popular. Seu trabalho perpassa gêneros como o jazz, a música baiana, a bossa e o samba.

Seu primeiro disco, chamado“Numa festa que imagino”, com dez canções autorais, foi oficialmente lançado e distribuído nas plataformas digitais em 2018 pela Tratore.

Em 2013, Maví foi contemplado, juntamente com o baterista Claudio Oliveira, pelo Edital de Intercâmbio e Difusão Cultural do Ministério da Cultura, para apresentação na IV Bienal de Culturas Lusófonas em Portugal. Os músicos também se apresentaram na  Fábrica do Braço de Prata e na Associação Renovar a Mouraria em Lisboa, seguindo depois para apresentações em Lyon e Paris.

Em dezembro de 2014, Maví, a convite da Embaixada do Brasil em Teerã, foi ao Irã para se apresentar na “Brazilian Cultural Week”. Lá realizou uma série de apresentações e um workshop sobre o samba e a bossa no Tehran Conservatory of Music.

Seus trabalhos como instrumentista e intérprete também incluem o Samba da Ieda, roda de samba mensal realizada no Morro do Querosene, em São Paulo; a Manjar de Reis, banda de festas especializada em música brasileira; e o Maví Quinteto, formação jazzística voltada para a interpretação de standards e músicas de grandes compositores do cancioneiro popular brasileiro.

Ficha técnica:

“Numa festa que imagino” é o primeiro trabalho autoral do cantor e compositor Maví. O disco traz dez canções nas quais se destacam as releituras do ritmo baiano Ijexá, trazendo também bossas, sambas de breque e um bolero.

Claudio Oliveira: Bateria
Ilker Ezaki: Percussão
Meno del Picchia: Baixo
Michael Ruzitschka: Violão e Guitarras
Walmir Gil: Flugel
Giovanna Eva: Coro
Maví: Voz, Violão (faixa 6), Guitarra (faixa 2) e Teclados

Coro na faixa 10: Gabriel Tonobohn e Patrícia Rocha
Participações especiais: Nando Souza no cavaco e Henrique Genereze como puxador de samba em “Água Benta”; Heloísa Takata no coro em “Tão”

Arranjos de base: Maví, Meno del Picchia, Michael Ruzitschka, Claudio Oliveira e Ilker Ezaki
Arranjos de teclados e flugel: Maví

Mixagem e gravação: Adilson Koiti
Masterização: Reference Mastering Studio

Pinturas da capa e do encarte: Céress
Diagramação: André Betschart
Todas as canções, letra e música, por Maví

Disco gravado no estúdio “Cuca da Onça” em São Paulo, entre Junho de 2012 e Fevereiro de 2013.

Direção e montagem: Maví
Direção de fotografia: Alice Drummond
Direção de arte: Luiza Conde
Consultoria técnica: Thiago Ricarte
Assistente de set: Ingrid Andrade
Imagens adicionais: Maví, Júlia Vargas, Thiago Ricarte, Gustavo Buttes e Daniel Salvetti.

Menina Maud: Júlia Vargas
Dançarinos profissionais: Henrique Genereze , Daniel Mascarenhas, Thiago Ricarte, Filipe Junqueira, Gabriel Tonobohn, Emilie Stora e Alex Janin

Participações especiais: Alcides Figueiredo, Inês Figueiredo, Juliana Santos, Marco Santos, Simone Rocha, Caroline Vabret, Daniel Salvetti, Gustavo Buttes, Flavia Cerruti, Dona Benê e Souza

Música de abertura: Maví

Agradecimentos especiais: a todos que gentilmente apoiaram o disco “Numa Festa Que Imagino” no financiamento coletivo; a Alice Drummond, Luiza Conde, Julia Vargas, Thiago Ricarte, Julio Rafael e Maud Guichané.

Ficha técnica da gravação:

Menina Maud
(Maví)

Claudio Oliveira: Bateria
Ilker Ezaki: Percussão
Meno del Picchia: Baixo
Michael Ruzitschka: Guitarras
Giovanna Eva: Coro
Maví: Voz, Teclado e Coro

O Maví Quinteto é uma formação jazzística que toca música brasileira e standards. 

Maví – Voz 

Claudio Oliveira – Bateria 

Gibson Freitas – Contrabaixo 

Jonas Dantas – Teclado 

Rafael Clarim – Sax Tenor e Flauta.

Maví  2022